Últimas notícias

Coité – Liderança de bairro morre vítima de capotamento na BA 409; carona ficou ferido

Macos Samuel ficou conhecido pela luta em prol de melhorias para a Cidade Jardim. Ele liderou movimentos e até se candidatou o vereador em 2016.
Samuel foi projetado para fora do veículo e morreu na hora | Foto: Raimundo Mascarenhas
O líder comunitário Marcos Samuel Nonato Pinho, morador do Bairro Cidade Jardim, em Conceição do Coité morreu vítima de um capotamento na BA 409 trecho Coité ao Distrito de Bandiaçu na noite desta segunda-feira, 16, por volta das 21h20.
Marcos Samuel teve morte instantânea | Foto: Raimundo Mascarenhas
Ele estava na companhia de Cosme Simões da Silva que foi socorrido pela Brigada Anjos da Vida para o Hospital Português e aparentemente não sofreu lesões graves, já que deu entrada na unidade hospitalar consciente e informou a Policia Rodoviária que Samuel conduzia o VW Gol licença de Tobias Barreto-SE quando se perdeu na pista e capotou.
Anjos da Vida foi solicitado e prestou socorro ao carona com escoriações não graves
O acidente aconteceu em frente a Chácara de Zezito distante cerca de 4 km de onde Samuel morava. O carro depois de sair da pista deu várias capotadas e parou a cerca de 100 metros a frente, e é possível encontrar peças do veículo espalhadas em toda extensão. O Calila não conseguiu informação onde Samuel e Cosme estavam, sabe apenas que eles estavam retornando sentido Cidade Jardim.
Samuel concorreu ao cargo de vereador em 2016
A luta de Samuel e demais moradores até agora só conseguiu os quebra-molas, falta o contorno.
Marcos Samuel ficou conhecido pela luta em prol da Cidade Jardim quando liderou um movimento de interdição da rodovia BA 409 (VEJA) para pedir redutores de velocidade e contorno de acesso ao bairro para evitar novos acidentes. Centenas de pessoas mantiveram o trecho com pneus e galhos de árvores impedindo a passagem de veículos.
Outra polêmica foi quando Samuel em pleno sessão da Câmara retirou um olho postiço que ele tinha para devolver ao então líder do governo e hoje atual presidente da Câmara Danilo Ramos, que teria alegado que Samuel não deveria fazer movimento contra o Governo de Assis porque foi ele que deu o olho de vidro.
Em 2016 Samuel saiu candidato a vereador pelo Partido Social Cristão – PSC na Coligação A Vez do Povo encabeçada pela chapa Vertinho e Renato, mas não obteve êxito, conquistando apenas 278 votos.