Últimas notícias

STJ afasta desembargador e Polícia Federal realiza busca e apreensão em endereços ligados ao magistrado

[STJ afasta desembargador e Polícia Federal realiza busca e apreensão em endereços ligados ao magistrado]

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta sexta-feira (17), mandados de busca e apreensão em uma operação contra o desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) Mário Guimarães Neto. As autorizações foram expedidas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que determinou, ainda, o afastamento do desembargador das funções.

O magistrado foi mencionado na delação premiada do ex-presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Rio (Fetranspor), Lélis Teixeira, acusado de ter recebido R$ 6 milhões, por meio da mulher, para atuar em um processo de interesse da Fetranspor.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos no gabinete do desembargador. Esse é o segundo magistrado do Rio de Janeiro afastado por decisão do STJ no intervalo de uma semana. Em outra ação, o alvo foi o desembargador Siro Darlan.

Além do desembargador, a Polícia Federal cumoriu 12 mandados de busca e arpeensão no Rio e em Petrópolis contra pessoas ligadas ao magistrado, apontadas de participação nos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.